4 Cuidados que você deve tomar ao contratar um Freela

Existem diferentes formas de contratar colaboradores para o seu negócio. Além de estagiários e empregados por CLT, existe também o contrato de freelancer para bares e restaurantes, que é um profissional voltado para demandas pontuais e de curto prazo. A dica de hoje é para você, empreendedor de sucesso, que precisa contratar a prestação de serviços para uma tarefa específica no seu bar ou restaurante. Vamos as dicas

 

Cuidados ao contratar um Freelancer para bares e restaurantes

  1. Elabore um contrato
  2. Condições para contratar
  3. Comunicação
  4. Prestação de serviços
  5. Atenção

 

1- Elabore um contrato

Crie um modelo de contrato que se adeque às necessidades da sua demanda, assim como com a flexibilidade de produção do freelancer para bares e restaurantes. É importante que esse contrato seja objetivo, para evitar possíveis dores de cabeça ao longo da execução do serviço. Lembre-se de respeitar as regras gerais previstas no Código Civil Brasileiro.
 

2- Condições para contratar um Freela

Ao contratar um freelancer, fique atento às normas que devem ser respeitadas pelas duas partes. A principal é que, em hipótese alguma, deverá existir qualquer tipo de vínculo empregatício tal como qualquer tipo de subordinação. O prestador de serviços NÃO tem o dever de cumprir horários ou qualquer frequência de um trabalho habitual. Sendo assim, sua única obrigação é entregar o serviço dentro do prazo e condições estipulados no contrato.
 

3 – Comunicação

Assim como o contrato, a comunicação entre a empresa e o profissional deve ser clara e objetiva para evitar futuros conflitos. Alinhe todos os pedidos e possíveis dúvidas ou questões diretamente com o responsável pelo serviço. Evite o desconforto de eventuais problemas no processo de produção e estabeleça prazos e metas da maneira mais afinada possível.
 

4- Prestação de serviços

Vale enfatizar que o bar ou restaurante contratante deve tomar muito cuidado ao manter a relação de prestação de serviços. Qualquer cobrança mal entendida pode ser relacionada com um vínculo trabalhista, podendo gerar problemas judiciais contra o estabelecimento.
 

Atenção

Este artigo possui uma finalidade informativa. Para mais detalhes ou dúvidas de casos específicos, converse com o seu advogado.

Leia aqui o nosso artigo sobre Dicas de gestão para o seu estabelecimento.

Comentários