Contratar artistas para bares e restaurantes: os 5 cuidados necessários

Se você também atua nessa área, certamente já sabe da importância da realização de eventos e contratação de artistas para aumentar o movimento de clientes no seu estabelecimento. Para te ajudar nessa organização, separamos algumas dicas para o processo de contratar artistas para bares e restaurantes.

5 cuidados ao contratar artistas para bares e restaurantes:

1. Procure a pessoa certa para tratar da contratação
2. Atenção com as leis a serem respeitadas
3. Informe-se sobre as taxas de ECAD
4. Esteja atento aos Direitos Autorais dos artistas contratados
5. Faça um contrato objetivo e dentro das normas

1 – Procure a pessoa certa para tratar da contratação

Geralmente, bandas ou artistas de pequeno porte, costumam ser os responsáveis pelo próprio contrato. Você consegue entrar em contato com ele através das mídias sociais (Site, Facebook, Instagram) ou diretamente via e-mail. É interessante, nesse último caso, enviar um breve release, no qual você vai explicar detalhes do evento em questão.

Já no caso de bandas mais famosas, pode ser que você só consiga negociar com os seus respectivos produtores. Eles são os responsáveis pela negociação e agendamento de datas, de acordo com a disponibilidade dos artistas.

2 – Atenção com as leis a serem respeitadas

Os artistas têm uma profissão regulamentada, assim como as demais. Portanto, os contratos devem seguir as normas relacionadas às atividades para evitar conflitos futuros. Faça com que todas as considerações estejam claras para ambas as partes.

3 – Informe-se sobre as taxas de ECAD

O ECAD é responsável por calcular os valores ligados ao consumo de música de acordo com o Regulamento de Arrecadação, que é definido pelos próprios titulares. Tal regulamento, classifica o grau de importância da atividade artística para o bar ou restaurante, estabelecendo os valores das taxas. Você também pode conferir a tabela de preços aqui.

4 – Esteja atento aos Direitos Autorais dos artistas contratados

Ao fechar o contrato com bandas e cantores, esteja ciente sobre os direitos autorais das músicas. Essa parte deve ficar bem clara no contrato, tendo em conta que os valores podem variar dependendo do evento. Para saber mais sobre essa questão, procure o escritório da ECAD que atua em sua região.

5 – Faça um contrato objetivo e dentro das normas

Por último, mas não menos importante, certifique-se de que o contrato segue à risca todas as normas que o envolvem. Tenha tudo bem definido: valores de cachês, multas por quebra de contrato, benefícios e demais opções que implicam diretamente na realização da atividade.

 

Leia também sobre as nossas dicas para fazer uma Pesquisa de Satisfação do Cliente e saiba como aplicar no seu bar ou restaurante.

Comentários