4 dicas incríveis para montar um cardápio de lanchonete

Ao contrário de um restaurante, uma lanchonete geralmente vende refeições mais simples e rápidas. Isso, no entanto, não pode servir de desculpa para desleixar na apresentação. Assim como em um restaurante, é preciso pensar em um cardápio bem feito para fazer com que os clientes sintam vontade de experimentar os seus lanches. Aprenda agora algumas dicas para você fazer um cardápio de lanchonete irresistível.

Cardápio de lanchonete: Categoria

A ideia de criar categorias no seu cardápio serve para facilitar a visualização e a escolha dos clientes. Dessa forma, você pode criar seções como “lanches tradicionais”, “promoções do dia”, “lanches naturais”, “acompanhamentos”, “lanches especiais da casa”, etc. O que não falta são possibilidades para essas categorias. Tem ainda as seções de bebidas naturais e alcoólicas, além das sobremesas.

Cardápio de lanchonete: Design

Para estar de acordo com a proposta de uma lanchonete, que é pensada para refeições mais rápidas e práticas, invista em um cardápio simples e sem muitas “firulas”. Os de folha única (frente e verso) ou folha dupla, já são suficientes. No interior informe os produtos com preços e imagens. Atenção: cuidado com a poluição visual.  Nesses casos, menos é mais.

Coloque os preços logo após o fim da descrição de cada produto. Não caia naquela de colocar todos os valores um abaixo do outro após as linhas pontilhadas. Isso faz com que os clientes comparem os preços e tendam a escolher o mais barato. Caso você não conheça nenhum designer ou agência para atender sua demanda, procure um freelancer.

Cardápio de lanchonete: Fotos

Como diz o ditado uma imagem vale mais que mil palavras. Traduza isso nas suas fotos. Se for economicamente possível, invista em um fotografo profissional. Ele saberá como realçar as qualidades dos alimentos através das suas competências técnicas.  Cuidado com as cores: as mais fortes, como laranja, vermelho e amarelo, tendem a dar fome. Pode ser uma boa então utilizar esses tons na composição tanto das imagens quanto dos cardápios.

Cardápio de lanchonete: Descrição

Capriche na descrição dos produtos, principalmente se não for possível colocar fotos no cardápio. Tenha cuidado com o português e faça descrições bem detalhadas e criativas, tentando ressaltar os pontos especiais de cada prato.  Destaque, por exemplo, se houver algum modo de preparo diferenciado ou se algum dos ingredientes for produzido pela casa.

Investir em um cardápio de lanchonete não é tão difícil como pode parecer. Com alguns detalhes e um investimento não muito alto, já é possível fazer algo bacana que vai, com toda certeza, valorizar o seu estabelecimento.

Comentários